Eterno Presidente

Nosso Eterno Presidente

O paulistano Marco Antonio da Silva foi morador do bairro de Pinheiros, na infância e adolescência, período que começou a participar do carnaval. Ainda adolescente começou a trabalhar no Grêmio de Funcionários do Banespa, envolvido em ações culturais. Período em que já intensificava a sua participação na ainda pequena escola de samba Tom Maior. Segundo revela a presidente da co-irmã Morro da Casa Verde, Dona Guga, ele a procurava algumas vezes para lhe aconselhar como poderia se tornar presidente de uma escola de samba. Esse era um sonho que lhe acompanhou por muito tempo.

Em 1985 o seu sonho se concretizou, assumiu a presidência da Tom Maior, com apenas 17 anos. Por ser menor de idade não podia sequer assinar a documentação, mas já tocava a escola no Grupo 1 da UESP. Em uma longa jornada até ser campeão 1992, chegando ao Grupo de Acesso (LIGA), onde foi campeão em três anos, em 1995, chegando ao Grupo Especial, a elite do Carnaval Paulistano. Nos anos 90, aproveitando que a escola estava no burburinho da Vila Madalena, criou o primeiro programa de TV de uma escola de samba e do carnaval, o Tom Maior Mix, lançando como apresentandora a então modelo Cida Marques. Acreditava na força da mídia para a projeção do carnaval e por isso sempre levava personalidades e artistas a quadra e aos desfiles.

Marko, ou Markinho, como ficou conhecido por todos, tinha um estilo único de administrar. Ele cuidava de todos os detalhes da agremiação, mesmo os menores e mais simples, sempre tinha algum palpite a acrescentar. Presente em todos os ensaios ficava sempre no meio da quadra, junto com os componentes a quem cumprimentava pelo nome. Sua marca era a inseparável tolha para enxugar o suor gerado pelo calor da quadra sempre cheia e o uso de uma polchete na cintura.

Seu jeito político, mas objetivo e conciliador de resolver problemas e a postura amiga o levaram a formar a chapa vencedora na eleição da LIGA, em 2009, quando junto assumiu a vice-presidência de Administração e Planejamento. Conseguiu alavancar parcerias, eventos e novos projetos de comunicação. Sua veia criativa e inquieta sempre buscava novidades. Atento a tudo e a todos era um verdadeiro estrategista.

Marko não fundou uma escola de samba, mas foi essencial na vida e ascensão do Grêmio Recreativo Escola de Samba Tom Maior, como definem seus integrantes, a escola e o presidente era uma coisa só. Foi presidente por 26 anos, até o dia 23 de maio de 2011, nos deixando depois de quase 30 anos dedicados ao carnaval, sua grande paixão. A frase que sempre o acompanhou em todas as dificuldades do carnaval foi “QUEM CORRE ATRÁS DO QUE GOSTA, NÃO CANSA!”.

Revista LIGA SP Carnaval 2012

MARKO ANTONIO DA SILVA – NOSSO ETERNO PRESIDENTE!!!